Alerta geral - Mortes por Covid-19 crescem 18% no Piauí e partidos são convocados a frear aglomerações
17/10/2020 12:08

Nas duas últimas semanas a média de mortes pela Covid-19 subiu 18% no Piauí, que ao lado da Paraíba, soma os dois estados brasileiros em alerta vermelho. Os dados foram apresentados pelo Comitê de Operações Especiais (COE) durante reunião com o governador Wellington Dias realizada na noite da última sexta-feira (16). O encontro virtual teve por objetivo debater novas medidas de controle ao coronavírus.

"Como ações imediatas, o Comitê Ampliado definiu que os partidos políticos devem ser convocados para reunião com representantes da Justiça Eleitoral, Ministério Público e Vigilância Sanitária, para reapresentação do regramento a ser cumprido pelos candidatos e coligações nas atividades de campanha. Os juízes eleitorais serão orientados a exercer o poder de polícia para garantir as restrições higiênico-sanitárias. As instituições representadas no COE Ampliado, foram desafiadas a massificar informações de alerta à população, quanto ao risco que a covid-19 ainda representa e da necessidade de manter os cuidados como uso de máscara, distanciamento e isolamento social", diz nota do Governo do Piauí.

O crescimento dos índices gerou preocupação nas autoridades. Em números absolutos, a média de mortes passou de 9,8 para 10,3 por dia, no intervalo de uma semana. O entendimento é que a população relaxou nos cuidados e a fiscalização das medidas de segurança higiênico-sanitárias deve ser endurecida.

"Se a gente perde a capacidade de controle da transmissibilidade, ocupamos os leitos clínicos e de UTI, além do risco para as pessoas contraírem, temos o agravante de impedir o plano de dar andamento à fila de espera de pessoas que suspenderam cirurgias de outras doenças, causando um enorme prejuízo", ressaltou o governador Wellington Dias.

Aumento dos casos de Sars-CoV-2

Os dados revelam que a média de casos confirmados da doença também cresceu. Foram 576 infectados por dia na última semana, contra 547 na semana anterior. Para os membros do COE as possíveis causas do crescimento são aglomerações de pessoas em eventos sociais e políticos, além do descumprimento das medidas higiênico-sanitárias.

"Evitamos o cenário catastrófico de 33 mil óbitos estimados no início da pandemia, mas a doença não passou e estamos longe de uma situação de conforto. Não podemos ser apenas reativos e chegarmos ao ponto de lotar nossa rede de saúde. Precisamos de medidas restritivas especialmente nas reuniões políticas", pontuou o diretor do Hospital Natan Portela e médico infectologista José Noronha, membro do COE.

Os excessos verificados após o início da campanha eleitoral foram destaque na discussão. Tanto a justiça eleitoral como o Ministério Público entendem que partidos e candidatos precisam respeitar o regramento sanitário que proíbe grandes aglomerações. 

"Vemos com preocupação esse crescente número, verificado depois que iniciou o processo de propaganda. Os políticos lideram, mas não têm como conter a força do eleitorado. Estamos vendo passeatas, carreatas, onde o uso de mascara é desprezado. Candidatos também abraçam eleitores, coisa inadequada", alertou o vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Erivan Lopes.

São Raimundo Nonato

Em São Raimundo Nonato, município distante 530 quilômetros ao Sul de Teresina, os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão 100% ocupados. Por conta disso, Wellington Dias determinou à Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) que volte a atenção para aquela cidade. Em Teresina, os números indicam estabilidade nos casos e mortes pela Covid-19.

Piauí

De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde, os casos confirmados somam 105.388 em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 2.278 e foram registrados em 178 municípios. Até agora, morreram 1.319 homens e 959 mulheres.

O que é o COVID-19

COVID-19 é a doença infecciosa causada pelo coronavírus descoberto mais recentemente. Este novo vírus e doença eram desconhecidos antes do início do surto em Wuhan, China, em dezembro de 2019.

Como se proteger do coronavírus

- Lavar as mãos frequentemente por 20 segundos com água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel;

- Cobrir o nariz e a boca com um lenço ou o cotovelo ao tossir e espirrar;

- Evitar contato próximo (um metro de distância) com pessoas que não estejam bem;

- Ficar em casa e se isolar das outras pessoas que moram com você caso apresente os sintomas da doença.

Sintomas do COVID-19

Os sintomas mais comuns do COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes podem ter dores, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta, diarreia, perda do olfato e paladar. Esses sintomas geralmente são leves e começam gradualmente. Algumas pessoas são infectadas, mas não desenvolvem sintomas e não se sentem mal.

A maioria das pessoas (cerca de 80%) se recupera da doença sem precisar de tratamento especial. Cerca de 1 em cada 6 pessoas que recebe COVID-19 fica gravemente doente e desenvolve dificuldade em respirar.

As pessoas idosas e as que têm problemas médicos subjacentes, como pressão alta, problemas cardíacos ou diabetes, têm maior probabilidade de desenvolver doenças graves.

Pessoas com febre, tosse e dificuldade em respirar devem procurar atendimento médico.

Quem é do grupo de risco

Idosos e pessoas com condições médicas pré-existentes (como pressão alta, doenças cardíacas, doenças pulmonares, câncer ou diabetes) parecem desenvolver doenças graves com mais frequência do que outros.

Serviço

Baixe aplicativo Monitora Covid 19 através do Play Store ou Appe Store, localizando "Monitora Covid 19". Coloque nome, CPF e endereço no cadastro e você poderá falar com médicos de várias especialidades.

Pelo aplicativo Monitora Covid 19, você também poderá fazer consulta e ser atendido de forma virtual ou, se necessário, presencial qualquer dia da semana e qualquer hora, na rede de saúde publica e privada, em qualquer cidade do Piauí. O serviço funciona 24 horas.

Com informações CCom / Piauí Hoje

RUA DESEMBARGADOR MOTA, S/N - BAIRRO MONTE CASTELO/TERESINA-PI / CEP 64016-270 - TELEFONE (86) 3326 2300. Copyright © 2019 - TV Assembleia - Assembleia Legislativa do Piauí